segunda-feira, 25 de Março de 2013

Kit de Receitas para Principiantes

Um blogue de economia doméstica, não é um blogue sobre (ou apenas sobre) poupanças. Tenta ser uma partilha de ideias, sugestões e organização para a vida doméstica. E isso engloba variadas temáticas. No meu caso, como gosto de cozinhar e também tenho um blogue de receitas, é normal que as coisas fujam sempre mais para o lado da cozinha e da comida.
Quando passamos a ter a nossa casa e passamos a ser nós a gerir o nosso lar e todas as tarefas associadas à responsabilidade de ter uma casa, há muito a explorar e muita coisa que pode correr mal. Para uns a dificuldade em organizar as roupas, para outros a dificuldades em ter um esquema de tarefas e de limpeza da casa. E para muitos – pelo menos os que me contactam mais – a dificuldade em passar a cozinhar e de estabelecer as ementas semanais ou algo semelhante para que tenham sempre uma refeição saborosa e do agrado de todos na mesa.
Se para mim, e muitos como eu, cozinhar sempre foi a tarefa doméstica mais fácil e agradável, para outros é um tormento. Então, como podemos “contornar” este problema de não sabermos cozinhar muito bem, e de nunca sabermos o que cozinhar?
Não sei se alguém fez ou ainda faz isto, mas eu, desde miúda que tenho uns caderninhos com receitas escritas à mão. Inicialmente eram as receitas de sempre, que se faziam lá em casa: os chamados clássicos de família. Receitas simples e de todos os dias e que corriam sempre bem. Com a idade e a pratica a complexidade das receitas acrescentadas foi aumentando, mas naquelas páginas há umas poucas receitas simples, infalíveis e de todos os dias que podem bem ser a base de tudo aquilo que cozinho atualmente.
Então, se estão agora a começar a vossa vida de forma independente, e se vêm a ter de cozinhar todos os dias – ou porque casaram/juntaram, ou porque foram viver sozinhos, ou porque estão a viver longe dos pais – um kit de receitas para principiantes é algo que devem ter a todo o custo.
Arranjem um pequeno caderno – ou uns cartões em cartolina – e apontem umas quantas receitas que vos ajudem a começar a cozinhar. Peçam ajuda à mãe, sogra ou avó. Vejam em blogues e livros, ou simplesmente anotem as vossas receitas favoritas, que já testaram e que sabem ser simples para o dia a dia e do agrado de todo. Por exemplo: uma carne picada à bolonhesa; uma receita de bacalhau; um tempero para assado que tanto dê para peru, carde de porco, frango ou borrego; sopa; arroz; umas receitas simples de massas; bifes ou costeletas no tacho à moda da avó; o bolo da tia; ….
E enquanto são principiantes na cozinha, vão ver que este pequeno sortido de receitas poderá fazer milagres na altura de cozinhar. Depois é uma questão de ir acrescentando receitas que já tenham experimentado e que realmente sirvam o vosso dia-a-dia.
E se gostarem de cozinhar e quiserem dar uma ajuda a um familiar ou amigo mais perdido nesta questão de cozinhar, sejam uns queridos e escrevam-lhes umas quantas receitas que os podem ajudar a começar a cozinhar. Apesar de não ser bem com o mesmo propósito, há uns anos escrevi um pequeno caderno de receitas à minha irmã, com todas as suas receitas favoritas. Foi uma das prendas que mais gostei de preparar (sim, foi todo escrito à mão!) e de oferecer. Fica a sugestão.

7 comentários:

  1. Ultimamente tenho andado arredada de novas receitas e tenho cozinhado por necessidade não por prazer...tenho ver se dou uma volta nesta área da minha vida.
    Obrigada pelo incentivo!
    Maria

    ResponderEliminar
  2. Encaixo-me perfeitamente neste post.. cozinho mas nunca fui amante de panelas. Anda ha meses a tentar criar e seguir um menu, mas não tem sido facil. Agora, com o marido em casa e eu a trabalhar, ando ás noras pra saber o que fazer para o jeu marida (que nao mexe em panelas) poder aquecer no dia a seguir... nao é nada facil esta adaptacao.... mas penso q sim, que criar um caderno pode ser mais pratico do que ter tudo anotado em revistas com post its ou ter uma capa com receitas impressas da net...
    Bjinho e obrigada pela dica.
    M.

    ResponderEliminar
  3. Olá!
    É uma excelente ideia!
    Eu por acaso, optei antes por uma capa com separadoras, onde vou colocando as diversas receitas que me vão chegando á mão. Tenho um separador para carnes, outro para peixe, outro para entradas e outro para sobremesas. Tenho ainda um para massas e diversos. Por acaso não tenho um para sopas, embora ultimamente ande a seguir as suas receitas de sopas do seu último livro.
    Um beijinho e Boa Páscoa!
    Margarida

    ResponderEliminar
  4. Óptima ideia,....
    Beijinhos,
    http://strawberrycandymoreira.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Uma bela sugestão, sim! Por acaso a minha irmã faz anos já daqui a duas semanas, e para ela cozinhar ñ é uma tarefa tão agradável como para mim.. É uma bela ideia, mas provavelmente ñ terei tempo até lá, mas pode muito bem ficar uma oferta para o Natal :) Thanks pela dica! Bjinhos!

    ResponderEliminar
  6. Gostei tanto deste post!

    Eu comecei com um caderno A4, com uma capa amorosa e a escrever todas as receitas que me despertavam interesse!

    Agora tenho um dossier de argolas largas, e vai no bom caminho...Mas desta vez, feito a computador e dividido em: Entradas, Sopas, Carne, Peixe, Sobremesas, Bolos e Biscoitos. Tenho ainda um separador de receitas na BIMBY (que a minha sogra tem) e um separador de receitas para fazer na MFP.

    Confesso que sou mais virada para doces e bolos, mas serve para dar uma orientações ao marido que é o amante dos tachos lá em casa!

    Beijos*

    ResponderEliminar